Vantagens para os Hospitais

O sistema de home care oferece aos hospitais a oportunidade de transferir pacientes que, após certo período de internamento, já não mais representam uma vantagem financeira à entidade. A análise de custo versus benefício que deve ser feita pela administração do hospital gerará argumentos suficientes para apoiar a utilização dos serviços de home care como estratégia de redução de gastos. O hospital, como qualquer outra entidade, seja ela privada ou não, tem a necessidade de sobrevivência. Os serviços de home care podem, em muitos casos, virem a serem oportunos como estratégias de redução ou contenção de custos. Muitos hospitais, após uma cuidadosa análise de custo benefício, optam por incentivar os pacientes e ou seus familiares a transferir o paciente para o regime domiciliar. Hospitais recebem de acordo com tabelas pré-negociadas com os planos de saúde, e muitas dessas tabelas são formatadas em estilo pacotes, onde, o hospital recebe um valor fixo pelo procedimento. Estes pacotes prevêem um número de recursos limitado pelo escopo do preço fechado pelo procedimento, por exemplo, um procedimento cirúrgico pode ter previsto apenas quatro dias de recursos pós-operatórios, uma vez que o paciente, por alguma razão tenha que permanecer por um período maior, este paciente passa a utilizar recursos da margem de lucro prevista, logo, os cuidados do paciente vão além do valor da reembolso pelo procedimento, e o hospital inicia uma faze de prejuízos que somente podem ser findado com a transferência do paciente ao sistema de home care. O sistema de home care, quase sempre não representa um relacionamento vantajoso para o hospital, embora tenha se tornado um clichê no setor, se falar de como o home care pode liberar leitos em hospitais que necessitam de leitos para pacientes mais graves. Embora não deixe de ser uma verdade, o home care muitas vezes tira do hospital muitos dos pacientes que seriam rentáveis para os mesmos. Isso é inevitável, pois representa a essência da promessa primordial do home care aos planos de saúde; cortar o custo! Analisando a frágil relação entre benefício e malefício que o home care representa ao hospital, eu diria que o home care oferece mais desvantagens do que vantagens às instituições hospitalares, tanto é, que muitos dos grandes hospitais no Brasil já optaram por estruturar e operar seus próprios serviços de home care na tentativa de colocar um tampão que cesse o “vazamento” de pacientes para fora do hospital. Porém, esta opção de ter um serviço próprio de home care que seja baseado no próprio hospital, trás consigo inúmeros riscos atrelados às exigências impostas pelas leis trabalhistas. A estruturação de um “Hospital Based Home Health Care” deve ser feita com muita cautela, e com a adequada consultoria!

Edvaldo de Oliveira Leme, R.N.C.